Este blogue foi criado no âmbito do projeto Aprender a Inovar com TIC

quarta-feira, 30 de março de 2011

Continuando a falar de ambiente para futura produção de trabalhos de grupo:

E se a tua casa diminuísse de tamanho? Conseguirias continuar a viver nela?



Se o aquecimento global continuar desta forma...os ursos ficam sem casa!!



Já somos muitos!

Porque é que as pessoas gritam?

Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos:

- Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?

- Gritamos porque perdemos a calma, disse um deles.

- Mas, porque gritar quando a outra pessoa está ao seu lado? Questionou novamente o pensador.

- Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça, retrucou outro discípulo.

E o mestre volta a perguntar:

- Então não é possível falar-lhe em voz baixa?

Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador.Então ele esclareceu:

- Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecida? O facto é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, os seus corações se afastam muito. Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente. Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância..
Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas? Elas não gritam. Falam suavemente. E porquê? Porque os seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena. Às vezes estão tão próximos seus corações, que nem falam, somente sussurram. E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta. Seus corações se entendem. É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas.

Por fim, o pensador conclui, dizendo:

'Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta.'

Mahatma Gandhi 

Educação para a calma...

Na penúltima aula de Formação Cívica começaram-se a analisar bandas desenhadas sobre atitudes e comportamentos para melhor aprender e lidar com colegas de turma e professores - Educação para a Calma...

Os alunos foram todos da opinião que era preferível assumir calma e ter uma atitude de respeito para com os colegas e professores, mas nem sempre é fácil reagir da forma mais correta, por vezes, esquecemo-nos e os gritos, berros e confusões são superiores à calma e ordem dentro da sala de aula.

Temos que nos lembrar todos os dias e a toda a hora que conseguimos melhores resultados se formos mais calmos, mais respeitadores e atenciosos !!

Depois da análise da Banda Desenhada retirada desta revista: http://www.ediba.com/ediba2009/Por/professores.asp (embora outro número) os alunos foram convidados a fazerem um Trabalho de Casa...criarem a sua própria banda desenhada de Educação para a Calma!



terça-feira, 22 de março de 2011

Dia Mundial da Água

Pois é!! É mesmo hoje! E há que lembrar e nunca esquecer porque a água é mesmo um recurso essencial à vida e precioso...há que poupar e por isso deixo aqui uma música para começar a poupar no banho:



E para saberem mais, cliquem no link do blogue da Professora Sílvia Pacheco - Da Matemática às Ciências

Neste blogue também existem muitas experiências com a água, que podem ser feitas em casa, com a ajuda dos pais, ou nalguns casos, sózinhos. Espreitem aqui

As árvores que os alunos do 5º B fizeram...

 Árvore do Tomás Bilro:


Árvore do David Ventura e Jorge Oliveira:

 Árvore do Martim Mestre:


Árvore da Ana Lúcia e Carolina Miragaia:


Obrigada pela vossa participação! Graças a vós e a outros alunos que colaboraram neste desafio e noutros desafios dedicados ao dia da floresta e da árvore, a nossa escola ficou ainda mais bonita no dia da árvore!!

Com esta atividade, os alunos provaram que com grande criatividade os materiais velhos podem originar "pedaços de arte" :-))

domingo, 20 de março de 2011

Dia 21 de Março - uma data importante!

 No próximo dia 21 de Março (já amanhã) comemoram-se várias datas importantes! O Primeiro Dia da Primavera, o Dia da Árvore e o Dia da Poesia!!

Os alunos do 5º ano, elaboraram árvores com materiais sujeitos a reciclagem, como forma de reaproveitarem estes materiais e darem-lhes nova vida. Surgiram árvores muito engraçadas e cheias de criatividade!! Brevemente serão publicadas fotografias destes trabalhos.

Esta fotografia foi tirada na Tapada de Mafra e é de um Castanheiro da Índia cujo nome científico é Aesculus hippocastaneum (foto da autoria da Profª Paula Magalhães)

(foto da autoria da Profª Paula Magalhães)
Plátano na Tapada de Mafra (Platanus orientalis L) (foto da autoria da Profª Paula Magalhães)


Poemas com árvores:

                                           Imagem tirada daqui


As árvores e os livros 
As árvores como os livros têm folhas
e margens lisas ou recortadas,
e capas (isto é copas) e capítulos
de flores e letras de oiro nas lombadas.

E são histórias de reis, histórias de fadas,
as mais fantásticas aventuras,
que se podem ler nas suas páginas,
no pecíolo, no limbo, nas nervuras.

As florestas são imensas bibliotecas,
e até há florestas especializadas,
com faias, bétulas e um letreiro
a dizer: «Floresta das zonas temperadas».

É evidente que não podes plantar
no teu quarto, plátanos ou azinheiras.
Para começar a construir uma biblioteca,
basta um vaso de sardinheiras.
 
Jorge Sousa Braga

Imagem retirada daqui 


Oração à árvore

Tu que passas e ergues para mim o teu braço,
Antes que me faças mal, olha-me bem.
Eu sou o calor do teu lar nas noites frias de inverno;
Eu sou a sombra amiga que tu encontras
Quando caminhas sob o sol de Agosto;
E os meus frutos são a frescura apetitosa
Que te sacia a sede nos caminhos.
Eu sou a trave amiga da tua casa,
A tábua da tua mesa, a cama em que tu descansas
E o lenho do teu barco.
Eu sou o cabo da tua enxada, a porta da tua morada,
A madeira o teu berço e o aconchego do teu caixão.
Eu sou o pão da bondade e a flor da beleza.
Tu que passas, olha-me e não me faças mal.

Veiga Simões, Arganil, Portugal, 1914

Imagem retirada daqui

 "Eu não sou só uma árvore,
sou também a cadeira onde descansas,
a cama onde adormeces,
a moldura onde te revês,
o lápis com que aconteces.

Sou tão viva como tu, choro seiva e grito de dor.
E tu – sim tu – que és humano
Fecha os olhos e toca-me, sente-me.
Não sou gente, é certo – mas tenho alma.

E a alma das árvores é a alma da terra, a alma dos mares e dos céus que desconheces,
Somos as vozes que existem mas que não escutas,
Somos o chão que pisas e desdenhas.
Eu não sou só uma árvore, sabias?"

Rolando Palma

sábado, 19 de março de 2011

Terra - a nossa casa

O próximo tema a abordar nas aulas de Formação Cívica será o ambiente e a necessidade de o proteger, até porque Terra há só uma...aquela que é para nós "a nossa casa", o local que reúne as condições ótimas para habitarmos...mas não foi sempre assim...há muito tempo atrás começaram a ser criadas as condições ideias para  que surgissem os primeiros seres vivos, nada como um excelente documentário como o que vimos na última aula, para perceber e respeitar este planeta azul, ora vejam:



Também podem ver os que abaixo se seguem:

Sobre o estado do nosso planeta:



Sobre a necessidade de surgirem ideias novas para poupar energia e evitar a poluição (a turma gostou muito da música deste clip :-)):



E mais ainda...tudo o que fazemos de mal contra a natureza...mais tarde ou mais cedo dá a volta e chega até nós:

terça-feira, 15 de março de 2011

T.P.C. Estudo Acompanhado e Ciências da Natureza

Não esquecer...


Em Ciências da Natureza foi lançado o desafio (obrigatório!) de construir uma árvore com materiais sujeitos a reciclagem ...ideias: latas; tampinhas plásticas; rolhas de cortiça; jornais; etc...podem sempre recorrer a cartolinas para colocar a árvore nesta base.

Em Estudo Acompanhado surgiram estas questões:

- O tomate é fruto ou é legume??
- O que significa a palavra "macrobiótica"??

P.S - o nosso blogue anda a mudar de cara...não se admirem então de novo aspeto!!

A fantástica estrutura triangular!

Quem diria que um polígono tão simples, apenas com 3 lados, é de facto tão utilizado nas construções e estruturas do nosso dia - a - dia?!

Vejam:



Hoje aprendemos a desigualdade triangular, explicada aqui:



Assim que se proporcionar, iremos construir triângulos com palhinhas de várias medidas. Colocaremos aqui as fotos dessa aula de investigação acerca da desigualdade triangular...é que nem sempre é possível construir triângulos dados 3 segmentos de reta!!

Aprende Mais clicando aqui

quinta-feira, 10 de março de 2011

Cidadania de A a Z: Direitos e Deveres.

A cidadania de A a Z é um recurso digital, um livro que podemos "folhear" avançando para trás ou para a frente nas setas disponibilizadas em baixo.

Muitos temas acerca do tema "cidadania" são abordados neste livro interativo e digital, ao fim de cada tema estão disponibilizadas fichas de trabalho que se podem preencher "on line". Numa das nossas aulas de Formação Cívica, iremos experimentar!

Espreita aqui: http://e-livros.clube-de-leituras.pt/elivro.php?id=cidadaniadeaaz

quarta-feira, 9 de março de 2011

Regras a Recordar ..SEMPRE!!

Mais uma vez, em Formação Cívica, tivemos que recordar algumas regras básicas que por vezes são esquecidas...a Diretora de Turma fez questão de as registar e de obrigar os alunos a escreverem e mandarem por e-mail para serem publicadas aqui..
Vamos trabalhar muito, mas mesmo muito, nestas e noutras:

Eu não devo:
-Responder a provocações.
-Não devo provocar os outros porque senão entra-se em diálogo que não tem sentido nenhum!
-Devo respeitar a todos : professores e alunos.
-Sempre que não respeitar assumirei as consequências disso.
-Não devo assobiar, mandar papéis pelo ar, usar boné ou mascar pastilha.
-Devo ser atento e empenhado.
-Devo realizar todos os t.p.c.
-A minha secretaria deve ficar limpa e a cadeira arrumada.
-Os recados são sempre para mostrar ao pai ou a mãe.

 Trabalho da ANa Lúcia e Carolina Miragaia (encaminhado por e-mail)

Ainda sobre cativar...

A propósito de uma história acerca de uma menina - a Delfina - que ofereceu chocolates a um menino de quem gostava como se quem diz: " gosto de ti", a turma foi desafiada a pensar em coisas que faria para "cativar" um (a) amigo (a).

Surgiram as ideias:

- Convidava para um passeio (ANa Lúcia);
- Convidava para um cinema (Ariana);
- Oferecia chocolates (David V.);
- Enviava uma carta de amor (Jorge);
- Convidava para um lanche ou jantar romântico (Nickoll);
- Oferecia um ramo de flores - rosas (João);
- Convidava para um jantar num lugar chique (Andreia);
- Convidava para ir a um pic-nic (Martim);
- Ia ao Mc Donald's (Ruben);
- Convidava para um passeio no Forum (Milton);
- Cantava-lhe uma canção (Kelson);
- Convidava para ir a Veneza (Carolina).

TPC - O que são as hormonas?

Há algumas aulas atrás, no âmbito da Educação Sexual abordada nas aulas de Formação Cívica, foi lançado o desafio à turma a propósito de quem era responsável por tantas mudanças fisiológicas e emocionais no nosso organismo, durante a puberdade. O Jorge Oliveira, foi um dos alunos que respondeu ao desafio e foi à procura do qual o significado da palavra: "hormonas".

Aqui fica o resultado da pesquisa do Jorge:

As hormonas são mensageiros químicos especiais que controlam várias atividades no interior do organismo. As hormonas são segregadas pelas glândulas endócrinas. Algumas atuam em áreas específicas do corpo, outras são responsáveis por desencadear uma resposta por parte do organismo em geral.

As hormonas sexuais femininas e masculinas têm efeito sobre áreas do nosso corpo, como por exemplo, cabelo, desejo sexual, tamanho dos seios, etc.

Se quiserem saber um pouco mais de forma divertida vejam os seguintes videos da série: " Era Uma Vez a Vida":





segunda-feira, 7 de março de 2011